Poesia

F I M

setembro 17, 2016o¤° SORRISO °¤o


Um lamento sem voz ecoa 
Na noite escura e sombria. 
Nuvens carregadas... 
Gotas de chuva... 
Rosto pálido... 
Sangue nas mãos... 
Sangue na poça... 
Espelho de uma vida, 
Reflexo vermelho que se estende pelo chão, 
Que se dilui com a água, 
Esvai-se... 
Agoniza 
E chega ao fim. 


Criss




Você Também Vai Curtir

2 brincadeiras

  1. Uau! Bem catártico, derradeiro, fatídico. Show! =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rosa.

      Um chute no balde. Hahahahahaha!!

      Valeu a visita.

      Beijos mil! :-)

      Excluir

»☻ Valeu por seu Comentário ☻«

“Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato... ou toca ou não toca.”
Clarice Lispector


Posts Populares

Instagram

Formulário de contato