Poesia

Candura

março 16, 2008o¤° SORRISO °¤o



Bebê-criança, tão fofo e inocente
com a vida toda pela frente.
Brinca com bonecos e bolas
no divertido parquinho;
Tira cores dos lápis nos rabiscos
que faz no papel.
Brinca suas brincadeiras pueris
enquanto seu futuro se produz.
Um mundo pleno para ver e tocar e
provar e mastigar e se lambuzar.
Desvendar essas novas sensações
e com tantas emoções!
Inocência eufórica.
Vida pulsante e renovadora.
Descoberta do ser e do não-ser.
Consciência que aflora
e pouco a pouco desabrocha
como uma flor, cuja semente brota à luz do sol
para florir em total formosura.
Pequeno sapeca, faceiro e festeiro.
Com graça e encanto enternece a todos
que diante de tal criaturazinha
acertam o passo de suas próprias vidas.

Criss



Você Também Vai Curtir

4 brincadeiras

»☻ Valeu por seu Comentário ☻«

“Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato... ou toca ou não toca.”
Clarice Lispector


Posts Populares

Instagram

Formulário de contato